Dicas sobre prevenção e cuidados das doenças que mais atingem os homens no Brasil

É importante falar das doenças que mais atingem o sexo masculino. Quando comparado com as mulheres, o tempo de vida deles é 7 ou 6 anos menor. Doenças do coração, cardiovasculares, próstata e excesso de peso estão entre as principais causas de morte entre os homens.

De acordo com especialistas, para ter mais qualidade de vida, o homem precisa de dedicação. “A prática de esportes, exercícios físicos, acompanhamento de um nutricionista e visitas regulares ao médico para solicitação de exames são ações que previnem inúmeras doenças”, explica o cardiologista Anis Mitri, CEO do CECAM – rede de clínicas de saúde.

Segundo dr. Anis, o diagnóstico precoce das doenças aumenta as chances de cura, inclusive do câncer da próstata. O clínico geral dá algumas dicas que auxiliam na prevenção das principais doenças que atingem os homens. Confira:

Doenças cardiovasculares:

As doenças cardiovasculares são aquelas que afetam o coração e artérias como infarto e acidente cerebral vascular (AVC) e também arritmias cardíacas, isquemias ou anginas. A principal característica das doenças cardiovasculares é a presença da aterosclerose, acúmulo de placas de gorduras nas artérias ao longo dos anos que impede a passagem do sangue. “Consultas regulares para controle de peso, medição de pressão arterial e até mesmo orientação com um especialista em nutrição são atitudes que previnem e controlam doenças”, acrescenta Dr. Anis Mitri.

Segundo estudo do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia de São Paulo, em média 60% das vítimas de doenças cardiovasculares  são homens e com média de  idade de 56 anos.

Câncer de próstata:

O câncer de próstata é o de maior incidência em homens e cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em pessoas com mais de 65 anos de idade.

De acordo com especialistas, para a prevenção o ideal é ter uma alimentação saudável com menos gordura, principalmente de origem animal. O exame preventivo deve ser feito a partir dos 40 anos de idade. Os exames são o digital da próstata, ecografia, toque retal ou se sangue.

Obesidade e diabetes:

 De acordo com dados da OMS – Organização Mundial de Saúde, o percentual de homens obesos no Brasil é maior que 15%. Nos últimos cinco anos nas principais capitais brasileiras, a porcentagem de homens acima do peso passou de 11,4% para 14.4%.

O aumento de peso está ligado a vários fatores como sociais, culturais, genéticos. “Pessoas acima do peso ficam vulneráveis a várias complicações como diabetes, doenças cardiovasculares, infarto do miocárdio, hipertensão e até infertilidade”, finaliza Dr Anis.

About the author
Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

clear formSubmit